A menina mais fria de coldtown, é um dos primeiros livros que li da Holly Black, me apaixonei a cada página lida, pela forma que ela escreve detalhadamente me faz sentir que estava mesmo ali, vivendo junto com os personagens, sentindo suas emoções e ações.
 Ele é um tipo de livro para pessoas, tipo eu, que adoram histórias de vampiro, mas daquelas bem sangrento, sombria, cheio de mistério e surpresas. Se você é esse tipo de pessoa, não pode deixar de ler esse livro!


O livro conta a história de Tana, onde no mundo dela as pessoas reconhecem que existe o vampirismo no meio deles, e o consideram como uma doença, no qual as pessoas infectadas devem viver isoladas em suas Coldtowns. Existe humanos que ficaram presos ou foram por sua livre vontade, com a esperança de ser infectado e se tornar um vampiro. 
A vida de  Tana muda quando, em uma manha, depois de uma festa na casa de um amigo seu, ela acorda e está rodeada de cadáveres, as únicas pessoas sobrevivente a esse massacre é o seu  ex-namorado Ainda, que está infectado, e um rapaz misteriosos, que se chama Gavriel. Quando ela consegue salvar todos daquele lugar, o único destino deles é irem para a Coldtown. 
Algumas pessoas acreditam que Coldtown é um lugar que está cheio de luxo, que as pessoas vivem estando em festas, se divertindo junto com os vampiros, mas, Tana irá descobrir que ali é um lugar muito mais sombrio do que ela esperava, e que ela irá enfrentar diversos perigos e mistérios, se ela quiser sobreviver ali, terá que enfrentar todos eles. 

~ Nise

2 Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi, marquei você na tag: Liebster Award - Discover New Blogs! Para mais informações é só dar uma olhadinha no primeiro post do meu blog :)

    Beijosss e sucesso

    http://primaveraagridoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir