O Visconde Que Me AmavaAs janelas do escritório davam para a Grosvenor Square e ele se divertia observando as carruagens chegarem trazendo os convidados. Quando Kate Sheffield desceu da sua, ergueu os olhos para a fachada da Casa Bridgerton e inclinou a cabeça de uma maneira muito semelhante à que fizera ao desfrutar do calor do sol no Hyde Park. A luz dos candeeiros, de ambos os lados da porta principal, banhou sua pele com um brilho tremeluzente.Nesse momento, Anthony perdeu imediatamente o fôlego.Apoiou o copo de vidro no amplo peitoral com um baque surdo. Aquilo estava ficando ridículo. Ele não enganaria a si mesmo dizendo que a tensão em seus músculos não tinha nada a ver com desejo. Droga. E nem sequer gostava daquela mulher. Ela era muito mandona, muito teimosa, e tirava conclusões rápido demais. E não era nem bonita - ao mesmo quando compara a algumas das damas que estavam em Londres para a temporada, principalmente a própria irmã. O rosto era comprido demais, o queixo, muito pontudo, e os olhos, enorme. Tudo nela era excessivo. Até a boca, que o matara de constrangimento com seu fluxo infinito de insultos e opiniões, era carnuda demais. Nas raras ocasiões em que ela a fechava e lhe proporcionava um abençoado instante de silêncio, tudo o que ele vira eram os lábios, cheios, carnudos e eminentemente beijáveis.Beijáveis? Anthony estremeceu. A ideia de beijar Kate Sheffield era assustadora. Na verdade, o simples fato de sequer pensar nisso deveria ser o suficiente para mandá-lo para o manicômio.Ainda assim... Anthony deixou-se cair numa cadeira.
... ainda assim, sonhara com ela.

Título: O Visconde que Me Amava
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2013
Nota:  





Enredo: Anthony Bridgerton sempre soube que ele iria morrer cedo, por isso sempre quis aproveitar sua vida o máximo que ele podia. Mas agora ele decidiu que está na hora de dizer adeus a sua fama de libertino, e arranjar uma esposa.  Kate Sheffield, sua irmã Edwina Sheffield e sua madrasta Mary, por não terem dinheiro suficiente, e não poder arcar com varias viagens a Londres, Mary decide que suas duas filhas devem debutar nessa temporada, para que arranjem bons maridos. Kate é uma jovem que acredita que seja tão bela, e que por isso nenhum homem irá olhar pra ela, e que assim ela não irá arranjar um marido, por não possuir toda graciosidade que uma dama deve ter, mas ela acredita que sua irma Edwina, que contém uma beleza infinita, uma graciosidade, e que todos os solteiros de Londres ficarão afim dela, e ela irá conseguir um bom marido. Anthony ao escolher qual jovem irá cortejar, decide que a jovem Edwina Sheffield tem todos os requisitos que ele acredite que uma esposa deva ter, já que ele não quer casar por amor, e sim fazer o casamento como um negocio, ele decide então que sera ela sua noiva. Mas nem tudo irá ser tão fácil assim como ele imaginou, primeiro ele irá ter que convencer Kate que é um ex-libertino, e que suas intenções são as melhores possíveis. E mesmo com suas insistências Kate tenta de todas as formas possíveis afastar sua irma das garras de Anthony. E com isso Kate acaba descobrindo que Anthony não é apenas um libertino,é um homem honesto e gentil. E Anthony irá descobrir que Kate, mesmo sendo a pessoa mais irritante, e que está atrapalhando todos seus planos, descobre que ela é uma mulher muito gentil, muito bonita, e ele começa a sonhar com ela, desejando-a. E nem tudo irá sair conforme os planos dos dois.


" O amor deve encontrar a pessoa que lhe encha o coração, que faça ser uma pessoa melhor do que nunca sonhou ser."



Minha Opinião: Mais uma vez Julia Quinn consegue me cativar com seu romance. Cada vez mais vou me apaixonando pelos irmãos Bridgerton, quem dera se eu pudesse ter um desses para mim kkkkk' 
E não vejo a hora de saber quem é a Lady Whistledown, de saber como ela sabe de todas as coisas de primeira mão o que escreve em suas crônicas. 
Cada pagina que eu lia desse livro ia me cativando cada vez mais, não queria nem de parar de ler. Morria de rir de cada briga de Kate e Anthony. 
Os livros da Julia Quinn para cada livro só vai melhorando, e até agora ela não me decepcionou nem um pouco com seu desenrolar da história. 
O visconde que me amava, também esta entre os meus favoritos, ele é um livro que envolve muito as pessoas, que te faz querer saber logo o que está na outra página, e com isso nos faz ler muito rápido o livro. Eu indicaria ele a qualquer pessoa que adora romance, e ate mesmo romance de época, que é um dos meus estilos favoritos. 


2 Comentários

  1. Oi Nise!
    Essa série é mesmo o máximo, fica melhor a cada livro, o meu favorito é "Os Segredos de Colin Bridgerton".
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elis!
      Verdade, cada livro a série vai ficando melhor ainda. Já li todos, e logo logo, postarei a resenha dos outros aqui. "Os Segredos de Colin Bridgerton" é ótimo também.
      Beijos

      Excluir