Os Segredos de Colin Bridgerton
- Poderia me dar um beijo? - pediu Penelope.
- O quê? - perguntou Colin, ciente de que piscava sem parar.- Por favor. Ele estava perdido. Havia algo de partir o coração na forma como ela o olhava, como se talvez fosse morrer se ele não a beijasse. Colin não conseguiu se lembrar de mais ninguém que tivesse precisado dele com tanto fervor. Isso o fez desejá-la com uma intensidade de deixar as pernas bambas. Olhou para ela e, de alguma forma, não viu a mulher que vira tantas vezes antes. Penelope estava diferente. Ela brilhava. Era uma sereia, uma deusa, e ele se perguntou como era possível que ninguém jamais a tivesse percebido. - Colin? - sussurrou ela.Ele deu um passo à frente. Foi um passo pequeno, mas quando tocou o queixo dela e inclinou o seu rosto para coma, os lábios dos dois ficaram a poucos centímetros de distância. Seus hálitos se misturaram e o ar ficou cálido e pesado. Penelope estremeceu, e Colin não pôde ter certeza de que ele mesmo não estivesse tremendo. Imaginou-se dizendo algo insolente e cômico, como o sujeito brincalhão que tinha a reputação de ser. Mas, ao eliminar a distância quase inexistente entre eles, percebeu que não havia palavras que pudessem captar a intensidade do momento.Palavras para a paixão. Palavras para a necessidade. Não havia palavras para a epifania daquele momento. E assim, numa sexta-feira que de outra forma teria sido como qualquer outra, no coração de Mayfair, numa silenciosa sala de estar na Rua Mount, Colin Bridgerton beijou Penelope Featherington.  E foi glorioso. 

Título: Os Segredos de Colin Bridgerton
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Ano: 2014
Nota: 



Enredo: Penelope Featherington sempre foi apaixonada por Colin Bridgerton. Mas ela sabia que esse amor nunca iria ser correspondido. O melhor que ela poderia fazer é deixar esse amor para outras pessoas que podem ser correspondidas, e no máximo se tornar apenas uma amiga para ele. Alguns anos se passaram e Penelope ainda não arranjou um marido, apenas suas duas irmãs, e agora está na época de sua irmã Felicity debutar. Ela já perdeu a esperança de que algum dia irá encontrar um marido, e que irá sempre ser uma solteirona, ela sabe que para a sociedade ela é invisível para todos, e que todos irão lembrar dela apenas pelos seus vestidos amarelos horrorosos e o desespero de sua mãe, Portia, que tinha para casar suas filhas com bons partidos. Mas ela sempre pode contar com a proteção da sua melhor amiga Eloise Bridgerton, e juntas tinham a ideia de si tornarem solteironas juntas. 
Colin Bridgerton adora viajar, quase não fica em Londres, por ainda saber que sua mãe irá tentar de todas formas que ele se case. Mas até que ele decide voltar para casa. Quando ele volta as coisas parecem do mesmo jeito que sempre foram, sua mãe ainda insiste que ele se case, e ele sempre fugindo. Mas uma coisa estava diferente, ele começa observar Penelope com outros olhos, começa a ver coisas que ele nunca tinha percebido nela, e não entende como ela ainda não conseguiu um marido. Ele começa a deseja-la, em querer que ela seja muito mais do que apenas uma amiga. 
Penelope nunca deixou de amar Colin nesses anos todos. Mas as coisas começam a ficar diferente entre eles, mas ela sabe que ele nunca irá ama-la, e que ela irá ser apenas mais uma pra ele, mas ela sabe também que esse é o único jeito dela conseguir realizar todos os seus devaneios desde os seus 16 anos. 



Minha opinião: No quarto livro da série "Os Bridgertons", podemos conhecer mais um dos irmãos, conhecer o lado que nós nunca nem imaginamos que existia nele, e assim podemos nos afeiçoar mais ainda. 
Neste belíssimo livro da Julia Quinn, podemos realmente, e até que enfim, descobrir quem é a queridíssima Lady Whistledown, e posso dizer que nem imaginava que era pessoa, nunca nem passou pela minha cabeça que seria ela, achava mais que era outra pessoa... Mas, enfim, foi uma grande surpresa, e essa pessoa que é a Lady Whistledown deu um desfecho impressionante para este livro. 
Julia Quinn nunca nos decepciona com seus romance belíssimos, em cada livro ela nos encanta mais ainda,e nos faz apaixonar muito mais pelo os Bridgertons. As pessoas que gostam/adoram livros de romance de época, não devem, deixar de jeito nenhum ler esses livros, pode ter certeza que esses são os melhores livros de época, depois de Orgulho&Preconceito, que eu já li. 

Deixe um comentário