Olá Leitores, tudo bem? 

Hoje faremos um especial com os livros da autora Thais Lopes com o objetivo de atrair mais leitores para essa autora tão sensacional. Espero muito que gostem, e hoje, dando o ponta pé inicial, teremos a apresentação dos mundos de uma forma bem geral. O post foi escrito pela autora, com o conhecimento geral sobre seus mundos, personagens e histórias. Confiram!

Era pra ser um especial na semana, mas como a vida esta corrida só consegui vim agora :( De qualquer forma, espero que vocês gostem.

Irá rolar um evento virtual no facebook no sábado que contará com a presença de vários autores, vai rolar bate-papo, sorteios, novidades e muito mais então venham já marcar sua presença, clique aqui. Quero ver todos vocês lá. Nem precisa sair de casa pra conhecer várias pessoas legais :D


:D


.
Para quem não me conhece, sou uma louca com probleminhas de excesso de imaginação e que fala demais. Escrevo desde criança, e sempre fui viciada em fantasia, apesar de ter crescido lendo vários gêneros diferentes. Para começar essa semana, vou fazer uma apresentação rápida dos mundos e falar um pouco sobre como foi escrever em casa um deles.







Santuário da Morte: É uma série de fantasia urbana, e a história é ambientada em Belo Horizonte. Nesse “mundo” a humanidade vive lado a lado com os seres sobrenaturais: vampiros, lobisomens e outros metamorfose, fadas, bruxos, demônios.
Quando comecei a escrever O Ciclo da Morte, decidi ambientar a história em BH (e usar trajetos que eu fazia) por pensar que seria mais fácil. Iludida... No fim das contas esse é o mundo que acho mais difícil de trabalhar. Acho que fazer a história funcionar em um cenário “real” deixou tudo muito mais complicado do que se eu tivesse inventado uma cidade, e não só por eu ter que escrever com um mapa no canto da tela. Isso sem falar que a história em si acabou tomando uma direção que não facilitou muito minha vida.
Então, para resumir: essa é a série dor de cabeça que CUSTA a render e normalmente só rende porque minhas duas betas ficam no meu pé.

Crônicas de Táiran: É uma série de fantasia científica. Esse primeiro arco de história tem quatro livros, dos quais dois e meio já estão escritos. É uma ambientação espacial, com planetas e povos diferentes, cada um deles com suas habilidades, seus poderes.
Comecei a escrever nesse mundo quando tinha dez anos de idade, e lá pelas tantas acabei engavetando as histórias (que já tinham sido reescritas um zilhão de vezes). O resultado é que quando comecei a escrever Sentinela eu já tinha um mundo maduro em mente, e já sabia exatamente o que precisava acontecer. Sentinela foi escrito em mais ou menos dois meses, e Vigilante também. Travei um pouco em Protetora, justamente por causa da complicação dessa série: narrativa em primeira pessoa e uma certa carga emocional/psicológica. Não é sempre que consigo estar no clima para entrar na cabeça dessas minhas personagens para conseguir escrever do jeito que preciso para manter a tensão da história.


Nilue (Aymeria): Aymeria é um mundo de fantasia puxando para o lado tradicional, mas Nilue já puxa para um lado mais sombrio. A primeira coisa que fiz quando percebi a direção que essa história estava tomando foi pegar meus DVDs de backup e desenterrar um monte de bandas e músicas da minha época gótica trevosa, porque esse é o clima da história. Está sendo divertido escrever Nilue, apesar do clima mais sombrio (tudo bem que amo dark fantasy haha), e é outra história que está sendo rápida e ‘fácil’ de escrever.

Tempestade (Cidades Livres): Essa história se passa em um cenário pós apocalíptico com elementos sobrenaturais (já falei que gosto de sair misturando as coisas, né?). A humanidade e os seres sobrenaturais entraram em guerra, transformaram o planeta em um grande deserto, e cada um se isolou em suas cidades. Mesmos sendo um conto, Tempestade foi um pouco complicado e demorado de escrever, por causa das mil informações e passado do mundo e dos personagens que eu não podia colocar ali. Mas é uma história mais velha, e não tenho boa memória para falar mais sobre como foi escrevê-la.





Já faz alguns anos que descobri a fantasia urbana... Na época em que ainda fazia curso de inglês e ficava procurando livros além dos da biblioteca de onde estudava para ler para os trabalhos. Fantasia urbana: história de fantasia se passando em um ambiente urbano contemporâneo. Foi amor à primeira vista, e não demorou muito para eu já estar devorando várias das séries mais famosas do gênero e sair procurando mais e mais

Ou seja, também não demorou muito para eu começar a querer escrever alguma coisa assim. Mas nunca tinha feito nada do tipo, e não fazia ideia de como fazer aquilo funcionar. A ideia mesmo para isso só surgiu quando me mudei para Belo Horizonte. Um telefonema, muito tempo em trânsito no ônibus e muitas leituras, e de repente eu já sabia o que fazer.

Inicialmente, era para a história ser livro único, mas meu vício em séries não deixou. Eu já tinha criado aquele mundo, pensando em mil detalhes... E sem querer acabaram ficando algumas coisinhas para trás que precisavam ser trabalhadas.

Esse primeiro arco de história (porque sei que vou acabar voltando nesse mundo futuramente) vai ter três livros e alguns contos aprofundando detalhes da história. O foco desse arco é o medo, e como as pessoas reagem diante do desconhecido.

As histórias tem um pouco de romance, mas não é o foco (e já resmungaram demais comigo por isso, mas não é e vai continuar não sendo xD). Cada livro é narrado por um grupo diferente de protagonistas.


Título: A Revelação. Editora: Independente. Ano: 2014. Páginas: 31.
Saiba mais: Skoob - Amazon - Loja da autora
E se o que você pensa ser fantasia fosse real?Por muito tempo, os seres sobrenaturais esconderam sua existência. O avanço da tecnologia destruiu o segredo, e eles foram obrigados a revelar que não eram apenas fruto da imaginação. Mas o Outro Mundo não estava preparado para a reação da humanidade – e para o que logo se transformou em uma verdadeira caçada. 





 TítuloO Ciclo da Morte.  Editora: Senhor da Lenda. Ano: 2014. Páginas: 372.
Saiba mais: Skoob - Amazon - Loja da autora
Às vezes, nem mesmo a Morte está segura.Um anúncio de aluguel faz com que Lucio, um vampiro caçado pelo primogênito de sua raça, conheça Kelene. Mas ela não é apenas uma jovem humana, da mesma forma que ele não é um vampiro qualquer.O que Kelene não imaginava era que Lucio estivesse ligado a uma figura do seu passado, e que uma armadilha antiga estivesse de volta.O que Lucio não esperava era que Kelene fosse a arma que precisavam para destruí-lo, ele que estava além da própria Morte.Quando a verdade começa a vir à tona, não há como fugir. As respostas estão no passado, entre as memórias perdidas de Lucio e os segredos que transformaram Kelene no que ela é. Mas o que alguém pode fazer quando a própria Morte está ameaçada? 

Título: Herança de Fogo. Editora: Senhor da Lenda. Ano: 2015. Páginas: 377.
Saiba mais: Skoob - Amazon - Loja da autora
O passado sempre cobra seu preço.Artur, um demônio exilado. Alice, a Guardiã do Santuário da Morte. Semele, a Segunda Mestra dos vampiros. O que liga os três? O que os transforma em alvos?Dois ataques colocam tanto o Outro Mundo quanto os humanos em alerta. O primeiro, um incêndio na mansão de onde Semele governava seus vampiros. O segundo, um ataque na faculdade onde Kelene estudara. E o responsável não parece ser humano, mas também não é nada que o Outro Mundo conheça.Novas forças se erguem, e há mais em jogo do que qualquer um pode imaginar. Com a vida de Alice em risco e o Outro Mundo lutando entre si, Semele tem uma escolha pela frente. Mas o que alguém pode fazer quando nem mesmo a Morte é capaz de vencer a ameaça?



Essa série é minha “saga épica”. Comecei a brincar com esse mundo quando tinha dez anos, e ele cresceu e amadureceu muito nesse quinze anos. Isso quer dizer que tive muito tempo para pensar nos povos, culturas... E na linha do tempo. Tenho uma linha do tempo enorme para o mundo das Crônicas de Táiran, e os quatro livros desse arco de história são só o começo.

Já comentei isso antes, mas essa série veio do meu vício em literatura fantástica e em astronomia. Acabei pegando aquela estrutura de uma história de fantasia e a jogando em uma ambientação espacial. E eu nem sabia que Guerra nas Estrelas existia xD


É um mundo grande... Um universo. Existem vários povos, com seus costumes e habilidades diferentes, todos eles interligados por causa das guerras do passado. Nesse primeiro arco de história o foco está na Ordem dos Guardiões, uma organização militar criada para impedir grandes conflitos e garantir que as restrições sobre o desenvolvimento tecnológico sejam cumpridas. É um mundo de certa forma cruel, e são poucas as pessoas que não foram marcadas pelas guerras do passado, de uma forma ou outra.

São histórias que contam sobre conflitos, batalhas e uma nova guerra. Mas, além disso, são as histórias das pessoas que escolheram enfrentar seus passados e seus medos para estar ali. Essa série tem um pouco mais de foco no romance e cada livro é narrado por uma personagem diferente.


Título: Sentinela

Editora: Senhor da Lenda
Ano: 2015
Páginas: 299
Saiba mais: Skoob - Amazon - Loja da autora
Desde sua criação, ninguém atravessara os portões do Reino C’erit. Ninguém sabia o que acontecia por trás deles, ou qual havia sido o destino das pessoas que, tempos atrás, haviam se isolado ali para construir um novo lar. Por isto, até mesmo os Guardiões se surpreendem com a chegada de uma mensagem.Quando a Arqui-Guardiã Aíla é enviada em resposta ao chamado, ela não faz ideia do que vai encontrar. Mas nem mesmo uma vida inteira na cidade-fortaleza dos Guardiões poderia prepará-la para o que precisará enfrentar: traição, uma nova ameaça à Ordem, e um homem capaz de abalá-la.

Título: Vigilante

Editora: Senhor da Lenda
Ano: 2015
Páginas: 343
Saiba mais: Skoob -
A mercenária Ezi aprendeu cedo que precisava se esconder se quisesse sobreviver. E, acima de tudo, não podia deixar que os Guardiões soubessem quem era, ou do que era capaz. Mas uma única batalha tinha destruído anos de cuidado. Agora era apenas uma questão de tempo até que a Ordem mandasse alguém atrás dela, como haviam feito com seus pais…Mas ela não sabe o que pensar quando o Arqui-Guardião Ziderrenoh chega na vila onde mora trazendo um aviso enigmático. Depois de anos se escondendo, Ezi precisa decidir o que é mais importante: sobreviver ou assumir sua herança, mesmo que isto coloque sua vida em risco. 



Título: Protetora

Lançamento: em breve


Desde tempos imemoriais, a linhagem de Táiran guarda Ionessen. Seja como guerreiros ou conselheiros, eles são idolatrados, temidos… E odiados. Duas guerras e séculos manipulando as pessoas ao seu redor lhes deram mais inimigos que aliados, e um novo conflito pode derrubar tudo que lutaram para construir.A Arqui-Guardiã Krisla Táiran sabe exatamente quais são os riscos, mas não tem outra opção a não ser deixar a armadilha se fechar ao seu redor. E quando ela percebe que sua vida está em jogo, precisa aprender a confiar em um assassino, que é a única pessoa que pode mantê-la a salvo.



Essas duas histórias são independentes, mas se passam dentro de mundos onde terei mais histórias. Não são séries tradicionais, mas já vou apresentar um pouco dos mundos porque futuramente vai ter mais coisa neles.


É falado que nosso mundo foi grande, um dia. Que existiam três continentes, habitados por povos belos e assustadores. Humanos eram apenas um deles, apesar de sermos os mais numerosos. Mas, lentamente, o mundo se tornou pequeno novamente. Ninguém vinha do mar, e ninguém se arriscava nas águas negras.
Lentamente, todos os reinos e nações se perderam nas brumas do tempo. Agora restavam apenas pedaços do seu passado, lendas semi esquecidas contadas ao lado do fogo.

Aymeria é um mundo de fantasia mais tradicional, com povos fantásticos, várias raças, vários reinos e etc. Com o tempo, esses povos se isolaram, até que as histórias sobre outros reinos se tornassem lendas.

A primeira história nesse mundo, Nilue, tem uma pegada mais dark fantasy. Essa história também vai ter um certo foco no romance, mas ele também vai para um lado mais dark (e eu estou amando escrever isso). Além dela, já tenho mais duas histórias rascunhadas e duas planejadas em Aymeria.

Título: Nilue 
Tamisa sabe o que é ter tanto medo a ponto de parar de sentir – e é apenas por isto que ainda está viva. Uma escrava fugitiva, ela encontrou refúgio na cidade das sombras chamada Nilue, e deixou o passado para trás.Até que ela rouba um artefato escondido pelo Rei, e todo o Nilue começa a pagar por suas ações. Tamisa se vê no meio de um conflito com raízes no passado do seu mundo – aquele passado tão bem apagado que poucas lendas sobreviviam.Vista como uma heroína por boa parte do Nilue, caçada pelos homens do Rei e por aqueles que usam magia, Tamisa não tem muitas opções. Para tentar salvar sua vida e o lugar que é um lar para todos os fugitivos, ela traz de volta um poder tão antigo quanto a cidade das sombras, e tão letal quanto elas. O mesmo poder que salvara sua vida, uma vez, e que agora pode significar sua destruição.



O mundo das Cidades Livres é mais velho, de quando eu comecei a ler muita fantasia urbana mas ainda não tinha descoberto como fazer aquilo funcionar. É uma ambientação pós-apocalíptica com vampiros, lobisomens, bruxos e etc.

Muitos anos atrás, as Crianças da Noite começaram a revelar sua existência. A humanidade reagiu com violência, e o conflito que começou como uma disputa por um território se tornou uma guerra mundial que devastou o mundo. A humanidade se refugiou em grandes cidades muradas, a tecnologia se desenvolvendo para que fossem autossuficientes. As Crianças da Noite tomaram cidades abandonadas, as transformando em suas. As Cidades Livres, onde a palavra da Corte do Sangue é lei e qualquer humano tem que pagar um preço em sangue se quiser sobreviver.

A primeira história nesse mundo, Tempestade, é um conto que escrevi inspirada em uma música, e que estava aqui juntando poeira já faz algum tempo. Além dele, tenho dois livros rascunhados que se passam nesse mundo (e um deles na mesma cidade que Tempestade).


Título: Tempestade
Já faz tempo demais desde a última chuva. Tempo demais desde que o rio secou. Novos Anjos está condenada – uma cidade livre no meio do que se tornou um deserto, eles não têm a menor chance de sobreviver.A última esperança da cidade é Alanna, a bibliotecária humana que passa seus dias entre livros antigos em busca de uma solução... Um milagre, na verdade. Mas essa solução pode estar mais próxima do que ela imagina – e pode ser algo que ela não está pronta para encarar.








Quer saber mais sobre os livros e a autora ? Adicione ela em sua rede social! 

Gostaria de agradecer a todos aqueles que acompanharam essa divulgação e que fizeram parte dela. Espero muito que vocês tenham dado uma chance par conhecer a escrita dessa maravilhosa autora.
Sigam ela nas redes sociais sem medo algum, ela estará a disposição de atender todos os seus leitores. Só não fiquem com vergonha!
Enfim, já marcaram sua presença no evento? Ainda não? ENTÃO vamos logo marcando por que o evento irá rolar sábado e contamos com a presença de todos vocês. 



Resolvemos fazer uma entrevista diferente. A blogueira pediu (Yasmim, do Miih e o Mundo Literário ) e ela atendeu. As perguntas foram feitas pelos blogs parceiros e alguns leitores envolvidos. Espero que gostem e se divirtam as custas da autora. 

23 Comentários

  1. Com eu estou louca pra ler O Ciclo da Morte, gente do céu!! Eu precisooooo desse livro! :O
    kkkkkkk, Adorei o post!

    Beijos:)
    http://manhemedaumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também D: Quando ler, passe por aqui pra dizer se gostou. bj

      Excluir
  2. Oie!!
    Não sabia que a autora tinha tantas obras assim...como eu não sabia? =o
    Eu já li uma resenha de O Ciclo da Morte e achei a premissa bem interessante! Vou ficar de olho e anotar a dica aqui!! ^^
    Beijis e boas leituras!

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :O espalhe a notícia então hahaha boas leituras :*

      Excluir
  3. Nossa, ela é uma máquina de escrever livros de ficção hein!?!
    Adorei as estória, o jeito como novos mundos foram desenvolvidos tão bem. Gostei mesmo da autora. Vou buscar saber mais sobre os livros!


    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né :O ah, fico feliz. Boas leituras. bj

      Excluir
  4. Oii, tudo bom? ~ nova aqui ~
    Confesso que sempre fico com um pé atrás com livros nacionais por já ter tido muitas decepções, mas ultimamente tenho dado mais chances, principalmente por terem aparecidos livros nacionais maravilhosos *-*
    Adoro livros sobrenaturais e com certeza voiu dar uma conferida no trabalho da Thaís Lopes, adoro livros sobrenaturais e falando sobre lobos então, já me ganhou! :D
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, seja bem vinda!
      Tem livros e livros, espero que você não se decepcione mais, nosso país tem muitas joias raras. Leia Thais <3
      Boas leituras. bj

      Excluir
  5. Oi
    Não conhecia a autora, eu já tinha visto a divulgação de sentinela mais nem prestei muita atenção de quem era. Gostei das Sinopse desses livros. Sentinela, Vigilante e Protegida parecem ser boas leituras.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ótima divulgação! Não conhecia o trabalho dessa autora.
    Obrigada pela dica!
    Beijos!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  7. Se eu adoro fantasia? Sim, com certeza! Não conhecia os livros dela. Adorei as capas e as histórias! *_*

    Beijos!
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha somos duas então. boas leituras. bj

      Excluir
  8. Oi, Jess! Tudo bem? Ahhh eu já conhecia a Thais! Participávamos de um grupo no Whatsapp e ela é muito gente boa! <3 Ainda não li nada dela, mas tenho muita vontade de ler várias dessas séries! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que legal :)))) Vamos ler Thais então hahah bj

      Excluir
  9. Oi
    Ele parece ser uma boa escritora, quem sabe futuramente eu tenha a chance de conhecer a escrita dela.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Uow, quantos livros!! Ainda não conhecia a autora, mas achei as capas super lindas

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Uma curva no tempo", vem conferir!

    ResponderExcluir
  11. Também não conhecia a autora e nem sabia que ela já tinha esse bocado de livro. Super curti conhecer mais sobre ela.

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  12. Gente, essa mulher é uma máquina! Hahaha, quantos livros <3
    Daqueles que de início, te prendem pela capa, mas acabam conquistando pelo conteúdo. Muito bom.

    Abraços,
    ser-escritora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir