Oi, tudo bem com vocês?

Me perdoe a ausência, não consegui postar nada na última semana :( mas como prometido, hoje teremos mais um post de história de vocês.

(o post não saiu na quarta-feira por motivos de: ficamos sem energia e sem internet D:)

Como você se tornou leitor(a)? Nos envie por e-mail (saymybook@hotmail.com) para prosseguirmos com nossa coluna e conhecermos mais história <3

Vamos lá :D




Bia: Bom, é muito difícil determinar quando eu comecei a gostar de livros, pois desde que eu me lembro, ler é uma coisa que eu sempre amei fazer. Lembro que quando eu ainda não sabia ler eu pegava aqueles livros de histórias infantis e ficava olhando as figuras e inventando uma história na minha cabeça. Mas, dois momentos foram muito marcantes no meu processo de me tornar a leitora voraz que eu sou hoje: um foi aos nove anos, quando eu fui à uma livraria com uma amiga e comprei o primeiro livro da série O Diário da Princesa da Meg Cabot. Foi a primeira série que me deixou apaixonada, eu li tudo fora de ordem, mas fiquei impressionada com o quanto eu me apeguei aos personagens. Depois disso eu continuei lendo regurlamente, mas em um ritmo muito menor. Li muita Thalita Rebouças, Sérgio Klein, Nicholas Sparks e aqueles livros da coleção Go Girls lançados pela Fundamento. Depois, aos treze anos eu definitivamente virei a louca dos livros graças à Crepúsculo. Foi a primeira série de jovens adultos que eu li e fiquei completamente viciada. Por muitos anos, a minha vida girou em torno desses livros e me fez ter vontade de começar a comprar mais e mais livros. Por esse motivo eu serei eternamente grata à Stephenie Meyer. No início eu me sentia um pouco sozinha neste universo, pois a minha irmã ainda não gostava muito de ler, e eu não tinha amigos leitores. Além disso, eu não fazia ideia do que eram blogs literários e não existia o booktube. Mas, pra minha sorte, depois de algum tempo minha irmã acabou se interessando por livros, e esse se tornou nosso assunto preferido. Além disso, mais e mais livros e séries foram entrando pra minha lista de favoritos: Os Instrumentos Mortais, Harry Potter, Jogos Vorazes, A Seleção...e por aí vai. Depois de tanto discutir entre nós mesmas, decidimos ampliar um pouco esse nosso gosto por livros para a internet e começamos um instagram literário que mais tarde se tornou o blog. Em 19 anos de vida, eu sinceramente não saberia separar uma figura de mim mesma antes e depois de começar a ler, pois eles sempre estiveram ali e representam uma parte tão grande da minha vida que é impossível falar da Bia sem mencionar o gosto por leitura. 

Ana: A minha história é mais recente. Desde sempre eu via a Bia lendo os livros do Nicholas Sparks e ficava me perguntando "o que será que tem nesses livros que faz ela não querer mais brincar de barbie comigo?" haha, pois é. Mas, eu deixava de lado e nunca me interessei em ir ler, de fato. Chegou um momento, então, que eu comecei a acompanhar ela em suas idas à livraria e comecei a comprar aquelas coleções infantis de Pérola no Parque e a série Go Girls. Foi então que eu percebi que eu também gostava de ler. Isso quando eu era bem pequena. Até que, com uns 10 ou 11 anos, eu decidi arriscar e pegar um "livro de gente grande" (com mais de 100 páginas) e o escolhido foi Um Amor Para Recordar, do Nicholas Sparks. O resultado? eu amei! Chorei, chorei e chorei e quis ler mais. Mas, por algum motivo, eu encalhei por ali mesmo e passei um tempo sem ler nada. No máximo um livro ou dois por ano. Até que, um belo dia, em 2011, eis que surge na minha vida a trilogia Jogos Vorazes. O filme foi lançado, minha professora de português passou para minha turma assistir e eu resolvi ir atrás dos livros. Li todos em menos de uma semana e foi nesse momento que eu virei uma fangirl. Entrei no mundo da literatura e não saí mais. Depois de THG, vieram muitos outros como a Saga dos Tigres e A Culpa é das Estrelas que marcaram muito a minha vida e desde então não parei mais de descobrir livros únicos, trilogias e séries que me fazem pensar que ter seguido o conselho da minha irmãzinha e ter lido aquele bendito Um Amor Para Recordar foi a melhor coisa que fiz. Hoje, não consigo me imaginar sem meus livros. 







Oi leitores!
Meu nome é Tamyres, sou mineira e tenho 22 anos. Hoje vou contar para vocês como me tornei leitora também.

Parece uma pergunta simples, mas quando a gente para e pensa nela tem tantas lembranças que somos capazes de escrever um livro sobre isso.
Eu não lembro exatamente quando comecei a ler livros. Mas lembro da primeira palavra que li. Foi CAFÉ e foi em um shopping com meus pais. Parei na frente de um painel e saiu... “Café” de repente. Depois disso lembro que sempre que andava de ônibus com minha mãe eu ficava lendo sem parar as placas de lojas que via pela janela do ônibus.
Esse é só o início. Depois que entrei na escola eu conheci (e não larguei) a biblioteca. Eu sempre preenchia a minha fichinha com os carimbos da bibliotecária (frente e verso hein) e por isso era conhecida como “ratinha de biblioteca”.

Em 2000 eu participei de um projeto da escola junto com vários outros alunos. Escrevemos um livro com uma coletânea de textos e ilustrações. Teve noite de autógrafos (ok, meus pais passaram várias vezes na minha mesa para pegar meu autógrafo) e eu não preciso dizer que fiquei ainda mais encantada com esse universo né? 

Maurício de Souza foi um grande responsável pela minha curiosidade pela leitura. Eu adorava ir para o salão com minha mãe só para ler as revistinhas da Turma da Mônica. E o Almanacão de férias? Que saudade!
“O Mistério do Cinco Estrelas” e “Enigma da Televisão” foram alguns dos livros da série Vagalume que fizeram parte da minha infância. Além deles, a coleção de livros Deltora Quest. E claro... Pedro Bandeira, que não só me conquistou com “A marca de uma lágrima” como também “Os Karas”.
E a lista não para. E os livros da série “Poderosa”? O diário de uma garota que tinha o mundo nas mães... Saudade também!

Mas na minha infância, eu tive um favorito que eu lia TODOS os dias. Seu nome era “Era uma vez uma bruxa”. Olha só a sinopse: Era uma vez uma bruxa chamada Hildegarda que morava numa casa no meio da mata, cheia de morcegos, aranhas e ratos. A bruxa estava cheia de transformar príncipes em sapos gordos e velhos e resolveu viver novas e horrendas aventuras na cidade grande.
Que princesas que nada. Eu lia era história de bruxa kkkkkk

Falando em bruxo...
Nessa altura do campeonato eu preciso confessar uma coisa (por favor, não me abandonem!). Os livros da J.K. Rowling não fizeram parte da minha infância. Na verdade eu cheguei a ler “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, mas não dei continuidade e nem tenho os livros. Mas os filmes fizeram parte da minha infância sim e lembro que fiquei com medo da cena final de HP e a Pedra Filosofal, mas isso não vem ao caso rs.

Bom, teve uma época que eu acabei deixando de lado esse hábito. Acontece... São fases da vida.

Talvez eu lesse um livro ou outro, mas foi com “Percy Jackson” que eu retomei esse hábito que chamo de vício. Por isso tenho um carinho enorme por essa série. Depois veio a Meg Cabot com a série “A Mediadora”. Foi por volta dessa época (2010) que criei um blog para postar minhas resenhas. Mas adivinhem? O blog durou só dois anos. Motivo? Ensino médio, ENEM, faculdade... Acontece com todos, paciência.

Mas eu sou brasileira e não desisto nunca. Estou de volta com um blog literário novinho em folha e do jeitinho que gosto. Enfim, me tornei leitora de forma gradual e natural e o mais importante, por prazer. Amo a sensação que um livro me dá. Aquela de viajar sem sair do lugar.

Por enquanto passei de 55 livros lidos esse ano. Tenho um sonho de ter um estante do chão até o teto (se vier uma escada junto vai ser ótimo, porque tenho 1,57 de altura rs) e amo ter meu cantinho para falar sobre minhas leituras. Esse é um hábito que não vou abandonar nunca e pretendo passar para meus filhos. 






Adorei as histórias <3 muito obrigada meninas <3
Espero que vocês também tenham gostado e aguardamos a SUA história.
(O link para o blog de cada participante esta linkavel com seu respectivo nome)
Bj, até a próxima :*

24 Comentários

  1. Ficamos super felizes em participar dessa sessão de um blog que admiramos tanto <3 achei nossas histórias super parecidas hahaha. Até tinha dito isso no primeiro post que fizeram *-*

    Beijos,
    Bia.

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *-*
      Nos agradecemos por terem participado.
      hahah eu lembro <3
      obrigada flor. bj

      Excluir
  2. Só histórias maravilhosas!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindoooo! Eu também sempre serei eternamente grata à Stephenie Meyer <3
    Lembro que o primeiro livro que gostei de ler na vida foi Depois daquela viagem, que uma professora passou na escola, mas depois disso só li esporadicamente até conhecer crepúsculo! Foi quando a vontade de ler foi aumentando, depois de um tempo veio Jogos Vorazes e aí o viciou começou, foi crescendo e não me abandonou mais!
    Tô adorando essa série de postagens :)

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
  4. A Ana e a Bia são fofas demais! hahahaha

    Meninas!! Adorei participar, me deu uma super saudade e lembrei de tanta coisa boa!!! Foi ótimo!
    Muito obrigada pela oportunidade, de verdade <3

    Estou amando as histórias!

    Bjooo
    Tamyres
    Um Amor de Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor <3
      Amamos compartilhar sua história. bj *-*

      Excluir
  5. Adorei essa tag. Boa ideia!
    Bom final de semana.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei muito com a primeira história, pois os primeiros livros que comprei foram da saga Crepúsculo e foi a partir deles que comecei a comprar mais e mais livros, apesar de hoje eu não gostar mais tanto da saga também sou muito a Sra. Meyer por me apresentar ao mundo literário <3
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meyer também trouxe uma geração :D hoje também não gosto como antes, mas sou grata. bj <3

      Excluir
  7. Olá, Jess.
    Estou adorando essa coluna aqui no blog. É muito legal ver como as pessoas se tornam leitores vorazes hehe. Cada um tem sua história e um livro diferente que a encantou.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jess !
    Amei essa coluna ! Super interessante, criativa e interativa.
    Adorei a história e como não amar os Karas e A marca de uma lágrima ? Acho meio impossível kkk, lembro de ter devorado os dois em um dia.
    Me identifiquei muito com a primeira história, pois Crepúsculo acabou mudando minha vida de uma forma sobrenatural kk por isso não tenho vergonha alguma de dizer que sou fã de Crepúsculo e que foi graças a essa história que hoje sou uma amante tão voraz do mundo literário
    Beijos, Sorvete Literário

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jess, tudo bom?

    Essa coluna é tão amor! Achei as três histórias muito legais, principalmente a das irmãs. Deve ser muito legal ter uma companheira de leitura em casa. Eu acho que iria adorar se minha irmã tivesse esse hábito!
    Eu também amava as histórias do Pedro Bandeira! ♥ A Hora da Verdade é o meu preferido!

    Adorei! *-*

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor <3 é muito bom uma companheira nas leituras, principalmente pra emprestar livros ahhaha

      Excluir
  10. Oi Jess!
    Cada um tem uma história sobre como se apaixonou pelos livros, né? É como eu sempre digo: "Não existe quem não gosta de ler. Só existe quem ainda não descobriu o livro certo par aprender a gostar" ;)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu também não consigo lembrar do momento extao em que me tornei leitora, acho que sempre fui apaixonada pelos livros, sempre tive livros em casa e isto ajudou muito, se não tinha algo que eu quisesse ler, eu corria para a biblioteca e pegava 2 ou 3 e devoarava numa sentada!!!

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Que coluna interessante! É super legal a gente tentar fazer a retrospectiva de como foi o início da nossa vida de leitor.

    Adorei conhecer o blog de vocês!

    Beijinhos.

    http://emsintoniacomoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir